}

planeta-intestino-o-perigo-do-uso-dos-laxantes-2

O PERIGO DO USO DOS LAXANTES: medicamentos que ajudam o funcionamento do intestino, comumente chamados de laxantes, estão entre os mais vendidos no mundo, junto com os analgésicos.

Sabem o porquê disso? Estima-se que 2,0 bilhões de pessoas no mundo, tem algum grau de constipação intestinal, ou seja, ficam mais do que três dias sem defecar. Outro dado interessante, é que 07 em cada 10 mulheres apresentam esta dificuldade.

Os SINTOMAS que fazem as pessoas usar laxantes são vários, cito alguns: dor abdominal (na barriga), abdome distendido (nota que a barriga fica “inchada”), fezes muito ressecadas que causam dor ou sangramento ao evacuar, sensação de esvaziamento incompleto (sente que mesmo defecando, não consegue eliminar todo o resíduo fecal), alteração do humor e dor de cabeça (cefaleia) muitas vezes associado a vários dias sem funcionar o intestino.

Para tentar aliviar estes sintomas, a maioria faz uso de laxantes “corriqueiros” e “caseiros” ensinados por vizinhos, amigos, balconistas de farmácias, propagandas de televisão, que na maioria das vezes, para estimular a venda, afirmam ser “natural ou homeopático ou da flora”, sem ter o mínimo conhecimento fisiopatológico destas drogas, e sem imaginar os danos que elas podem causar ao intestino.

Como gosto de dizer, os laxantes são “falsos amigos”, ou seja, vão lhe ajudar na hora, mas com o passar do tempo, vão te prejudicar e muito.

Entre os GRAVES PROBLEMAS causados pelos laxantes “irritativos”, estão :

  • A destruição das haustrações intestinais, que são as “bolsas” do intestino grosso responsáveis pelo movimento do mesmo, deixando-o retificado (chama-se a isso, Cólon Catártico). É por isso, que muitos pacientes relatam que determinados laxantes não funcionam mais com o tempo, tendo que trocar de laxativo ou amentar a dose. Após essa fase, pode-se ocorrer a dilatação do intestino grosso (Megacólon), sendo que em casos extremos, terá que ser retirado cirurgicamente todo o cólon (Colectomia Total), pois não apresenta mais mobilidade.
  • Outro problema grave é a “Síndrome do Uso Abusivo de Laxantes”, que pode levar até o óbito, devido à perda descontrolada de muitos sais/eletrólitos com as fezes líquidas (sódio, cloreto, potássio e magnésio). E atualmente, novos estudos, suspeitam que o uso crônico de alguns tipos de laxantes que alteram a cor da mucosa do intestino (Melanosi Coli), podem causar displasia, ou seja, um processo que com o tempo, pode gerar um câncer intestinal.

A dúvida que surge após ler este artigo será: “O que usar para fazer meu intestino funcionar?

Existem muitos estimulantes e lubrificantes intestinais que nunca causarão estes danos citados acima, além de orientações dietéticas e comportamentais que farão parte do tratamento.

E uma “DICA FINAL” para os profissionais da área da saúde que não são especialistas, CUIDADO com o uso de FIBRAS em todos os pacientes “trancados” do intestino, pois existem alguns tipos de constipação que elas vão piorar muito os sintomas.

Gostou? Deixe seu comentário abaixo e compartilhe. 🙂

 

Share This